Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

Divulgamos um abaixo assinado lançado por um conjunto de personalidades portuguesas que não puderam deixar de expressar o seu protesto pela grave atitude do Governo português para com o voo do avião presidencial da República da Bolívia. O texto continua a recolher subscrições.

Assina e Divulga
http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=P2013N70324

 

O abaixo-assinado:
Aos Exmos Srs.
Presidente da República
Presidente da Assembleia da República
Primeiro-Ministro

Consideramos grave a atitude do Governo português de impedir o sobrevoo e a aterragem em território nacional do avião presidencial da República da Bolívia em que viajava o respectivo Presidente Evo Morales. Uma decisão que continua sem cabal esclarecimento e apuramento de responsabilidades, e sem a exigível explicação diplomática que se impõe face a um país com que Portugal mantém relações amistosas. Situação inaceitável, contrária ao convívio pacífico entre nações e aos interesses do nosso país em concreto.

Este acto do Governo português representa uma violação de princípios inscritos na Constituição da República Portuguesa e de convenções internacionais a que Portugal está vinculado.

Uma atitude tanto mais censurável quanto convergente com a de outros países europeus – França, Espanha e Itália – e tomada no alegado pressuposto da presença nesse avião de Edward Snowden, que denunciou massivos actos de espionagem que os serviços secretos dos EUA mantêm em todo o mundo.

A decisão do Governo português causou graves prejuízos no relacionamento externo do Estado Português, nomeadamente com a República da Bolívia e outros países da América Latina

Por tudo isto, não só consideramos ser nosso dever expressar o nosso protesto contra este comportamento do Governo português, como exigir que este dê explicações precisas sobre o que se passou e apresente as adequadas desculpas formais à República da Bolívia e ao seu Presidente.

Julho 2013

Os signatários:


Abílio Fernandes - Economista

Agostinho Santos - Jornalista e artista Plástico

Alfredo Maia - Presidente do Sindicato dos Jornalistas

Alice Vieira - Escritora

António Avelãs Nunes - Professor Universitário

Avelino Gonçalves - Bancário reformado

Cláudia Madeira - Consultora

Deolinda Machado - Activista Católica e Membro da Comissão Executiva da CGTP

Fausto Neves - Professor Universitário e Pianista

Ilda Figueiredo - Presidente da Direcção do CPPC

Joana Espain Oliveira - Professora Universitária

João Corregedor da Fonseca - Presidente da ID – Associação de Intervenção Democrática

José Baptista Alves - Capitão de Abril

José Ernesto Cartaxo - Sindicalista

José Goulão - Jornalista

Manuel Duran Clemente - Capitão de Abril

Maria do Céu Guerra - Actriz e encenadora

Mário Nogueira - Professor e Coordenador da FENPROF

Pedro Abrunhosa - Músico

Rui Namorado Rosa - Professor Universitário

Sérgio Almeida - Jornalista e escritor

Sérgio Ribeiro - Economista

Silas Cerqueira - Activista da Paz e membro do CPPC e do MPPM

Vasco Pinto Leite - Engenheiro