Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

 

O 89º aniversário de Fidel Castro, líder histórico da Revolução Cubana, foi ontem, dia 13 de Agosto, assinalado na Casa da Paz em Lisboa, pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação e pela Associação de Amizade Portugal-Cuba.

Na iniciativa que contou com a participação da Senhora embaixadora de Cuba em Portugal, Johana Tablada, de representantes do corpo diplomático venezuelano, representantes de várias organizações, entre outros amigos, foi recordada a vida de Fidel e a importância da Revolução Cubana, na construção de uma sociedade mais justa, com o seu papel activo na prossecução dos ideias da Paz e da cooperação com todos os povos do mundo.

Foi também recordada a recente vitória de Cuba e do movimento internacional de solidariedade com o regresso dos cinco herois cubanos ao seu país e abordado o processo de normalização das relações diplomáticas com os EUA com a abertura das respectivas representações diplomáticas. Normalização que só poderá estar realmente completa com o fim do bloqueio dos EUA a Cuba, com o encerramento da Base de Guantanamo e a devolução desse território a Cuba e com o fim das acções de desestabilização promovidas contra Cuba pelo governo norte-americano.