Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

Lula da Silva

  • “Lula da Silva é hoje reconhecido mundialmente como um preso político”

    lula da silva e hoje reconhecido mundialmente como um preso politico 1 20180714 1889575265

    Divulgamos apelo, subscrito por 22 deputados da Assembleia da República, enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil, onde denunciam que o processo que levou à condenação de Lula da Silva não respeitou as mais elementares regras de um Estado de Direito democrático e que é pública e notória a existência de uma chicana judiciária de caráter político visando impedir Lula da Silva de se candidatar às eleições presidenciais. O texto termina com um apelo “ao Supremo Tribunal Federal do Brasil para que se reponha as condições mínimas aceitáveis de funcionamento do Estado de Direito democrático no processo que atinge o Presidente Luís Inácio Lula da Silva, determinando a sua libertação e garantindo o pleno exercício dos seus direitos fundamentais.”

  • Acto público em apoio à democracia no Brasil

    acto publico em apoio a democracia no brasil 1 20180817 1070708196

    Ontem, 15 de Agosto, dia em que Lula da Silva oficializou a sua candidatura, o CPPC participou, com várias outras organizações, no Largo Camões em Lisboa, no acto público em apoio à democracia no Brasil e ao direito a Lula da Silva sair em liberdade e poder se candidatar, em pé de igualdade com os restantes candidatos, às eleições presidenciais no Brasil.

  • Acto público no Porto de Solidariedade com o povo brasileiro

    Foi com determinação que hoje, 13 de Abril, também no Porto, se juntaram portugueses e brasileiros num Acto público, em frente ao Consulado do Brasil. Foi
    uma manifestação de solidariedade com o povo brasileiro, em defesa da democracia e de protesto face à grave evolução da situação no Brasil, nomeadamente com a prisão de Lula da Silva, que constitui mais um passo no desenrolar do golpe de Estado institucional iniciado em 2016, com o escandaloso afastamento da legítima Presidente Dilma Rousseff.

  • CPPC saúda a libertação de Lula da Silva

    cppc sauda a libertacao de lula da silva 1 20191119 1926568096

    O CPPC saúda a libertação do ex-presidente do Brasil Lula da Silva, injustamente preso desde Abril de 2018.

    O CPPC sempre esteve do lado daqueles que denunciaram esta injusta prisão como um processo político, um grave episódio do golpe de Estado institucional iniciado com a destituição da legítima Presidente Dilma Rousseff e prosseguido com a prisão de Lula da Silva como forma de impedir que concorresse às eleições presidenciais

    O CPPC reafirma a sua solidariedade com o povo Brasileiro e todos os democratas brasileiros saudando-os pela vitória que representa a libertação de Lula da Silva, e continuará do lado destes na sua luta pela democracia e a paz.

    Direção Nacional do CPPC

  • Defender a democracia e a justiça - nos 500 dias da arbitrária detenção de Lula da Silva

    defender a democracia e a justica nos 500 dias da arbitraria detencao de lula da silva 1 20190829 2078373110

    Hoje, 20 de Agosto, cumprem-se 500 dias sobre a arbitrária detenção do ex-presidente do Brasil, Luís Inácio «Lula» da Silva. Uma detenção que, após a destituição da Presidente Dilma Rousseff, em 2016, constituiu uma ulterior etapa do autêntico golpe de Estado perpetrado pela oligarquia brasileira, com o apoio dos Estados Unidos da América, com vista à inversão de importantes avanços sociais alcançados pelos governos dirigidos por Lula da Silva e Dilma Rousseff e travar os processos de integração soberana ao nível da América-latina e Caraíbas de que o Brasil era um dos impulsionadores.

  • HOJE – 19h00 Entrega na Embaixada do Brasil de tomada de posição de protesto

    Dada a grave evolução da situação no Brasil, será hoje, 6 de Abril, pelas 19h00 entregue na Embaixada do Brasil (Rua das Laranjeiras 144 – Metro Sete Rios) uma tomada de posição de protesto subscrita por várias organizações.

    No próxima Quarta-feira, dia 11 de Abril, pelas 18h00 será igualmente realizado um acto público de protesto junto à Embaixada do Brasil.

  • Lançamento do livro "Comentários a uma Sentença Anunciada. O Processo Lula"

    Acreditando que este documento será um contributo, para a compreensão da situação que se vive no Brasil, divulgamos o lançamento do livro "Comentários a uma Sentença Anunciada. O Processo Lula", a realizar-se no dia 4 de setembro, às 18h00, na Casa do Alentejo em Lisboa.

    O povo brasileiro tem sido alvo de ataques contra a democracia e o Estado de direito, os quais têm sido organizados por sectores anti-democráticos e retrógrados, recorrendo aos mais graves processos e acções de subversão da ordem constitucional brasileira. Sectores e grandes grupos económico e financeiros que, procurando implementar os objectivos que não conseguiram pela via eleitoral, têm como cúmplices sectores do poder judiciário que, afastando-se do dever de defender, cumprir e fazer cumprir a Constituição brasileira, transformaram instituições em instrumentos ao serviço das forças anti-democráticas. O seu objectivo principal é continuar a desmantelar o processo iniciado em 2003 com a eleição do Presidente Lula da Silva, fazer retroceder os direitos dos trabalhadores e do povo, as condições de vida de dezenas de milhões de brasileiros que beneficiaram com as medidas progressistas então adoptadas.

    "Comentários a uma Sentença Anunciada. O Processo Lula" é uma obra composta por depoimentos de um conjunto alargado de juristas brasileiros, que submetem os aspectos da longa sentença ao exame que a ciência penal, o direito constitucional e outras áreas do saber consideram fundamentais para afirmar o Estado de Direito no Brasil.

  • Saudação a Lula da Silva e aos democratas brasileiros

    saudacao a lula da silva e aos democratas brasileiros 1 20210317 1152178934
     
    O Conselho Português para a Paz e Cooperação saúda a anulação dos processos contra o antigo presidente brasileiro Luís Inácio Lula da Silva por instâncias judiciais do país, que confirmam o caráter político destes processos conduzidos no âmbito da chamada Operação Lava Jato e que conduziram à sua injusta prisão.
    Como o CPPC sempre afirmou, o processo contra Lula da Silva visou o seu afastamento da vida política, incluindo a sua candidatura à Presidência da República do Brasil, e abrir caminho às forças mais retrógradas brasileiras, representadas por Jair Bolsonaro.
    Esta é uma vitória dos sectores democráticos brasileiros e de todos quantos no mundo defendem a justiça, a liberdade, a democracia, o progresso social e um mundo de paz e a cooperação.
    11 de março de 2021
  • Solidariedade com Lula da Silva e o povo brasileiro Contra o golpe – pela democracia!

    Organizações entregaram na Embaixada do Brasil tomada de posição de protesto

    Uma delegação de representantes das organizações subscritoras, acompanhados de activistas portugueses e brasileiros entregaram, hoje, 6 de Abril, pelas 19h00, na Embaixada do Brasil, em Lisboa, uma tomada de posição de protesto subscrita por dezenas de organizações.

    No local foi lida a posição e anunciado um acto público de protesto para a próxima Quarta-feira, dia 11 de Abril, pelas 18h00, junto à Embaixada do Brasil.

  • Solidariedade com o povo brasileiro

    solidariedade com o povo brasileiro 1 20180906 1179064388

    Pela defesa dos direitos democráticos de Lula da Silva

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) considera a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em negar o registo do candidato Lula da Silva como mais um grave passo no golpe de estado em curso no Brasil, iniciado com a destituição da presidente Dilma Rousseff e que continua com a perseguição contra Lula da Silva, na sua arbitrária prisão e na procura de impedir que possa concorrer às próximas eleições presidenciais no Brasil, marcadas para 7 de Outubro – um processo onde tem sido amplamente denunciada a instrumentalização do sistema judicial, que tem desrespeitado normas processuais e criado “jurisprudência” à medida do objectivo político de afastamento de Lula da Silva da participação nestas eleições.

    Denunciando este grave processo antidemocrático, o golpe institucional, as medidas arbitrárias e as acções de violência contra responsáveis e activistas políticos e sociais brasileiros e contra manifestações em defesa da democracia e pelo respeito dos direitos de Lula da Silva, assim como a campanha de desinformação e manipulação mediática que lhe dá cobertura, o CPPC reafirma a sua mais viva solidariedade ao povo irmão brasileiro e à sua luta para salvaguardar a soberania, os direitos e garantias democráticas no Brasil e resistir a um poder crescentemente repressivo e autoritário.

    Direcção Nacional do CPPC

  • Solidariedade com o povo brasileiro Pela democracia no Brasil - PORTO

    Acto público de protesto
    13 de Abril, 18h00
    Junto ao Consulado Geral do Brasil
    (Avenida de França, 20 - junto à Rotunda da Boavista)

    Face à grave evolução da situação no Brasil, nomeadamente com a prisão de Lula da Silva, que constitui mais um passo no desenrolar do golpe de Estado institucional iniciado em 2016, com o escandaloso afastamento da legítima Presidente Dilma Rousseff, um conjunto de organizações decidiu promover um acto público de protesto na próxima Sexta-feira, dia 13 de Abril, pelas 18.00 horas, junto Consulado Geral do Brasil no Porto.